Diário Oficial -- João Lisboa 16 de Dezembro de 2018

Tamanho da Fonte: A+ | zerar | A-

Programa de Aquisição de Alimentos está beneficiando centenas de famílias em João Lisboa

Programa de Aquisição de Alimentos proporciona mesa farta ás familias carentes de João Lisboa



 

Na manhã dessa terça-feira, (27), a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Produção realizou pela 6ª vez a entrega de alimentos advindos do PAA – Programa de Aquisição de Alimentos, produzidos pelos agricultores cadastrados na Agricultura Familiar e no programa.

 

A entrega aconteceu na Central de Recebimento e Distribuição, anexo a Secretaria de Esportes e contou mais uma vez com a presença do prefeito Jairo Madeira.

 

O programa visa beneficiar famílias carentes que estão inseridas nas entidades cadastradas no PAA; CAPS, CRAS e Hospital Municipal, que estão aptos a receberem os alimentos e redistribuírem a comunidade.

 

De acordo com a Secretária Maria do Sindicato o PAA veio para ficar e está beneficiando centenas de famílias que se encontra em situação de vulnerabilidade colocando alimentos em suas mesas.

 

Ainda segundo a secretária, diante do sucesso, a partir do próximo ano, a idéia é de incluir as Creches também no programa, e com isso, mais famílias serão beneficiadas.

 

A secretária disse ainda, que a satisfação das famílias que estão sendo beneficiadas com o programa e recebendo os alimentos é imensa, bem como os agricultores que produzem e vendem toda a sua produção direta para o município.

 

A secretária agradeceu ao prefeito Jairo Madeira pelo apoio e empenho e disse que o executivo tem sido um grande parceiro incondicional do povo.

 

“O nosso prefeito não tem medido esforços e tem nos apoiado em tudo. Ele é um grande parceiro desse programa, e é por isso que está dando certo. E nós da secretaria estamos nos empenhando e trabalhando firmes para que o programa funcione e funcione bem, para continuar levando alimento à mesa das famílias carentes”, disse Dona Maria acrescentando que a parceria entre o estado e o município por meio da Secretaria de Agricultura e o Produtor está funcionando como planejado, finalizou.

 

Todo dinheiro da vendas dos produtos é repassado pelo o Governo do Estado diretamente para o produtor em uma conta social criada pelo próprio sistema do estado em nome do próprio, no Banco do Brasil.

 

O papel da Secretaria, além de fazer o Programa de Aquisição de Alimentos funcionar, é enviar um relatoria detalhado do que foi adquirido pelo município através do PAA, junto ao agricultor e enviar mensalmente para o Governo do Estado fazer o repasse do dinheiro.

 

Para o Biólogo e Técnico da AGERP e da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Produção Beltran Andrade Barros, o PAA foi criado de forma bem elaborado e dentro dos mínimos detalhes e com segurança total para todos os envolvidos.

 

Ele disse que o município é um parceiro forte do Programa de Aquisição de Alimentos, assim, como todos os agricultores da Agricultores que produz e entrega os produtos.

 

Beltran enfatizou que alem da assistência técnica profissional para a manutenção do projeto, a também a responsabilidade na assinatura que comprova a qualidade dos produtos que cabe a ele, (Beltram), bem como ter continuidade de produtos e com qualidade e controle de pragas e doenças.

 

“Na verdade nós chegamos ao ápice da comercialização da Agricultura Familiar em João Lisboa. Isso significa que a única preocupação do agricultor é produzir e oferecer um produtor de qualidade, já que a comercialização dos produtos é garantida” observou.

 

Esta é a primeira vez que a comercialização será feita por meio do Programa de Compras da Agricultura Familiar (Procaf). Esse programa estadual foi inspirado em uma ação do governo federal, a modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). No Procaf, cada agricultor familiar pode vender até R$ 10 mil para o Estado, desde que já tenha acertado com o município sobre a demanda de alimentos e as instituições que irão receber os produtos. 

 

De acordo com a Supervisora de Compras da Secretaria Estadual de Agricultura Familiar, Marilene Bandeira, a iniciativa atende dois públicos prioritários com o mesmo investimento. “A ideia do programa é fortalecer a agricultura familiar, aquele agricultor que ainda está mais empobrecido, que precisa ter um mercado garantido com um preço justo e, ao mesmo tempo, ofertar uma alimentação de boa qualidade para as pessoas que estão em risco social”, explica a supervisora.

 

Foram beneficiados mais de 40 produtores da agricultura familiar do município, todos os produtos de primeira qualidade e livre de agrotóxicos foram apresentados e pesados antes da compra e beneficiarão instituições públicas, como o Hospital Municipal, Escolas Municipais, CAPS, entre outras.