Diário Oficial -- João Lisboa 23 de Maio de 2018

Tamanho da Fonte: A+ | zerar | A-

Secretaria de Meio Ambiente promove palestra para catadores de materiais recicláveis

Catadores de material reciclável de João Lisboa participam de palestras com secretários municipais



Na manha desta quinta-feira, (01), a Secretaria de Meio Ambiente de João Lisboa realizou no Auditório da Secretaria de Educação palestras para os catadores de materiais recicláveis do município, cujo objetivo é despertar os que militam nessa área, para que se organizem criando uma associação da categoria e assim melhorar suas condições de trabalho.

De acordo com o secretário da pasta professor Gilmar, existe a necessidade de se realizar um cadastro municipal de todos os catadores existentes, com a finalidade de incluí-los no Programa de Coleta Seletiva, que a Secretaria de Meio Ambiente irá desenvolver.

E ao mesmo tempo sensibilizar todas as autoridades com relação a essa questão, sobre os problemas enfrentados pelos catadores de materiais recicláveis.

“O nosso objetivo é aprofundar a importância, a capacidade de operação dessa secretaria, por essa razão, achamos importante reuni-los para falar sobre o assunto e das necessidades de cada um que trabalham exposto ao sol e que constantemente estão suscetíveis a contrair mazelas” observou.

O secretário disse ainda, que o meio ambiente é uma conjunção de elementos fundamentais para a vida de cada ser humano. E que a grande preocupação da secretaria hoje, é estabelecer uma relação sustentável e equilibrada com o meio ambiente.

Para o vice-presidente da ASCAMARI – Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Imperatriz, Jose Ferreira Lima (Zezinho), é muito importante que os catadores se organizem no sentido de conseguir parcerias, através das quais terão ajuda significativas.

Ele disse ainda, que se organizando a classe conseguirá vender todo material coletado, por um preço mais em conta e dessa forma aumentar a renda familiar.

“É importante dizer que todos têm que se organizar baseado na Lei 2.305, que é a lei de gerenciamento de resíduos sólidos” destacou Zezinho acrescentando que de acordo com a lei, até 2020, todos os lixões terão que ser instintos no Brasil. Com isso, é necessário que os catadores se organizem, por que faz parte do tripé da Lei 2.305, que é: coleta seletiva, aterro sanitário e inclusão dos catadores. São três elementos muito importantes na preservação do meio ambiente para a sustentabilidade do nosso planeta, concluiu.

De acordo com Marcos de Almeida Gonçalves, Técnico Ambiental da secretaria do município, em João Lisboa existem cerca de trinta catadores de materiais recicláveis que sobrevivem desse trabalho árduo, mas, que são dispersos e que apenas 12 deles costumam esporadicamente se reunirem.

Durante a palestra, Marcos destacou que a primeira etapa do processo se cumpriu a realização do cadastramento de todos os catadores de materiais recicláveis, para que posteriormente os mesmos possam iniciar a segunda etapa do processo que é a criação da associação da categoria.

Marcos observou que além das dificuldades que os catadores de materiais recicláveis enfrentam no dia a dia, é preciso que eles estejam devidamente protegidos com equipamentos de proteção ambiental, para evitar o contato direto com o lixo.

Para Vilson Soares, os catadores de materiais recicláveis do município são personagens importantes para a preservação do meio ambiente e que estão diariamente colocando em risco a própria saúde, por isso, precisão de uma atenção especial.

“Para que tudo que está sendo debatido aqui tenha êxito é preciso que o projeto seja elaborado com todos os detalhes, com a ação que cada setor ficará responsável para executar para que os resultados sejam satisfatórios” observou Vilson.

O secretário sugeriu ainda, que em um segundo momento seja feita uma reunião com as equipes de cada secretaria que estará dando apoio ao projeto, especialmente a Secretaria de Meio Ambiente idealizadora do projeto, para se definir qual será a ação de cada uma.

“Acredito que é um projeto que tem que ser abraçado por todas as secretarias, para que de fato possamos evitar agravos à saúde de todos, e nós da secretaria de saúde estaremos à disposição para colaborar. Na verdade temos a obrigação de fazer isso. O nosso sistema de saúde está funcionando a contento para atender a aqueles que precisam, mais como são pessoas que estão diante de riscos permanentes tem que ter atenção especial” comentou.

Para os catadores de materiais recicláveis de João Lisboa, a iniciativa da prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente é de grande importância para a categoria.

Participaram do evento, além dos catadores de materiais recicláveis, os secretários da Agricultura e Produção, Maria do Sindicato, Vilson Soares (Saúde), Davisson Sormani (Educação), a Bióloga Nayraline e funcionários da Vigilância Sanitária do Município.